Casaredo e Kellogg's/Parati emitem comunicados sobre funcionamento e cuidados diante do Covid-19

Geral
São Lourenço do Oeste (SC) | 21/03/2020 | 21:04

Autor: Angela Maria Curioletti/Portal Minutta
Foto: Montagem/Portal Minutta

Na tarde deste sábado (21), as empresas Casaredo e a Kellogg's Parati emitiram comunicados a respeito da situação do coronavírus - Covid 19 e quais as medidas que estão sendo adotadas por cada uma.

Vale lembrar que a determinação do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, é de que a prioridade no Estado é seguir com a produção de alimentos, medicamentos, insumos da área médica e para abastecimento de água e energia.

Nota da Casaredo

A empresa informa que está empenhada na aplicação de um plano de contingência com objetivo de não cessar a produção, garantindo alimentos à população. Entre as medidas, a Casaredo diz ter dado férias a todos os colaboradores acima de 55 anos de idade e as gestantes consideradas como faixa de risco, além de todos os participantes do programa Jovem Aprendiz.

Ainda, funcionários que viajaram para áreas infectadas ou tiveram contato com pessoas que lá estiveram permanecem de quarentena, inclusive, com análise e mapeamento dos que retornaram de férias. O setor administrativo, por exemplo, está trabalhando grande parte de forma remota e nas unidades fabris está sendo mantido o mínimo de colaboradores possível para manter a produção.

A Casaredo ainda esclarece está sendo realizada panfletagem educativa nas portarias e foram disponibilizados dispensers de álcool gel 70 em toda a fábrica, além da realização da aferição da temperatura de todos os colaboradores mediante utilização de termômetro
a laser para monitorar pessoas com febre. "Agradecemos todos os colaboradores que em tempos de crise assumiram a missão de garantir os alimentos na mesa das famílias brasileiras", diz ainda a empresa em nota.

Nota da Kellogg's Parati

A Kellogg's Parati, por sua vez, informa em nota que "como empresa global, adotou rapidamente protocolos rigorosos que permitiram evitar riscos à saúde em suas comunidades, ao mesmo tempo em que seguiu estritamente as diretrizes do Ministério da Saúde do Brasil e da Organização Mundial da Saúde".

A empresa informa que segue o protocolo de reduzir a mobilidade de sua equipe através de viagens locais, regionais e internacionais, tanto quanto possível e inibir "a realização de qualquer tipo de evento ou atividade interna da empresa que exija a reunião de grupos de pessoas".

Aos funcionários, garante, em nota, que mantém a comunicação constante com todos para garantir que eles conheçam as informações necessárias sobre os protocolos de prevenção à saúde, segurança e higiene. A empresa informa que as equipes administrativas realizam, cada vez mais, suas atividades de trabalho em suas residências.