Condenado pela Justiça, vereador tem mandato extinto em Quilombo

Política
Quilombo | 01/02/2018 | 10:05

Informações: Clic Oeste
Foto: Câmara Municipal

Na tarde desta quarta-feira (31), por meio da portaria 07/2018 da Câmara Municipal de Quilombo, o vereador Nereu Lima (PDT) teve seu mandato extinto.

Lima foi condenado em ação penal transitada em julgado por desacato a uma servidora pública. Com a condenação, o vereador ficou inelegível, fato que o impedia de ser diplomado vereador. ele recebeu 321 votos nas eleições de 2016.

Agora, a juíza eleitoral da 78º Zona Eleitoral de Quilombo emitiu um ofício direcionado para Câmara Municipal informando sobre o processo e para que o Legislativo tomasse as medidas legais.

Em nota, Lima disse sempre prezar pela transparência e seriedade nas atitudes.

“O referido processo ocorreu ainda em 2014, ocasião em que, na defesa de um senhor de idade, em situação de rua, cobrei da funcionária responsável uma atitude. Após os trâmites legais, fui condenado a realizar algumas horas de serviço comunitário, as quais foram devidamente cumpridas antes mesmo do dia 01/01/2017, situação em que ocorreu a minha posse, inclusive, na data da eleição estava com pleno gozo político, uma vez que minha candidatura não foi impugnada, bem como, o mesmo ocorreu na posse e diplomação, caso contrário não estaria de vereador até hoje.”

O vereador ressalta ainda respeitar a decisão do presidente da Câmara e informou que irá recorrer na Justiça.

Com a extinção do mandato de Lima, a suplente Hilda Comunello Ogliari (PP) deve assumir a vaga.